quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Servidores da Saúde promovem abraço em defesa do SUS e contra cortes

Foto Guilherme Santos/Sul21
Servidores realizaram um ato em frente à Secretaria Municipal da Saúde de Porto Alegre contra o corte de 136 milhões no orçamento do SUS para a Capital

Da Redação Sul21

Servidores da Secretaria Municipal da Saúde e integrantes do Conselho Municipal de Saúde de Porto Alegre promoveram, quarta-feira, um abraço no prédio da secretaria e em outras instalações da área, em defesa do Sistema Único de Saúde (SUS). O “AbraSus” defendeu a manutenção do SUS Público e com qualidade e denunciou o corte de R$ 136 milhões para a saúde, em Porto Alegre, definido no orçamento para 2017.

Leia mais:
Corte de R$ 136 milhões no SUS em Porto Alegre é uma calamidade, alerta Conselho

Foto Guilherme Santos/Sul21
O Projeto de Lei Orçamentária Anual para 2017, encaminhado pelo Poder Executivo à Câmara de Vereadores e aprovado nesta segunda-feira (5), prevê uma redução nominal de R$ 52.493.401,00 no orçamento da Secretaria Municipal da Saúde em comparação com o orçamento de 2016.

Aplicando a projeção do crescimento global da receita para 2017 (5,2%), o CMS estimou que o orçamento da Saúde deste ano deveria ser acrescido em R$ 83.531.040,00. Somando a redução nominal com esse valor que não está previsto no orçamento para 2017, a perda da Saúde atinge a cifra de R$ 136.024.441,00, o que, na avaliação do Conselho, comprometerá ainda mais a capacidade de atenção à saúde da população de Porto Alegre.

Fonte: Portal Sul21