terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Equivocada e antidemocrática a ação do titular da Smed

Foto Marta Resing
É um absurdo a revogação por meio de um decreto, sem diálogo com a categoria, alterando consideravelmente conquistas construídas nos processos democráticos e participativos da Escola Cidadã. Equivocada e antidemocrática a ação do titular da Smed. 

A declaração é da vereadora Sofia Cavedon, que irá solicitar a Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Juventude (CECE), a qual é integrante, para que o Secretário Municipal da Educação compareça urgente na Câmara Municipal para explicar a revogação do Decreto 14.521, de abril de 2004, assinado pela vereadora na época a Secretária Municipal da Educação.

Sofia informa que a Atempa e o Simpa já estão chamando a categoria para esta quarta-feira (22), a partir das 8h30min, na frente da Secretaria Municipal de Educação (Smed) pela imediata revogação do Decreto  19.685 de 21 de fevereiro de 2017.