domingo, 25 de junho de 2017

EMEI Santo Expedito - Crianças abraçam a escola onde sonham brincar e aprender

Foto Sandra Ilíbio Braz
Crianças abraçando a escola onde sonham brincar e aprender -  EMEI Santo Expedito, no Rubem Berta, prontinha desde o início do ano, só faltam as professoras e monitores. A peregrinação de mães e pais esbarra na ausência de prioridade por parte do prefeito, mesmo sendo este o nível de ensino de sua prioridade e responsabilidade. Terça feira, na reunião da Cece com o Secretário Adriano Naves, voltarei pautar esta demanda!”  A manifestação é da vereadora Sofia Cavedon (PT) que participou do abraço a Escola, promovido por Mães, Pais e Avós que ainda aguardam vaga para seus filhos/as, realizado na manhã deste domingo (25).

Foto Sandra Ilíbio Braz
Conforme lembra Sofia, que está desde o início do movimento apoiando a luta, a EMEI Santo Expedito é fruto do Pro Infância, programa do governo federa da gestão Dilma Roussef, de Educação Infantil Integral.

Foto Marta Resing
As crianças estão matriculadas e deviam ter iniciado o ano em março! Procurada pelas famílias há um mês, depois de baterem em muitas portas, tentei agenda com o Secretário da Educação de Porto Alegre, não conseguindo, levei-as ao MP onde a Promotora de Justiça Dra. Danielle Bolzan, recebeu a demanda já tendo solicitado informações à escola e SMED. Estivemos também no MP de Contas, uma vez que as metas de atendimento da Educação Infantil estão sendo monitoradas por aquele órgão. Procurador-geral do Ministério Público de Contas (MPC), Dr. Geraldo Da Camino, nos recebeu muito preocupado e zeloso com a infância, com certeza, tomando providências quanto à demanda. Também apresentei uma moção de apoio à lutas dessas famílias que foi aprovada por unanimidade na Câmara Municipal na semana que passou”, descreve a vereadora.

Sofia informa ainda que tentará sensibilizar o Secretário Municipal de Educação na próxima terça, 27/6, quando a Comissão de Educação da Câmara estará em audiência com ele. “Nada justifica que quase 100 crianças de 0 a 4 anos fiquem se esse atendimento tão sonhado e conquistado com tanto esforço pela cidade de Porto Alegre”, destaca.

Veja aqui a trajetória da luta pela abertura de vagas na EMEI Santo Expedito.