terça-feira, 11 de julho de 2017

EMEI Valneri Antunes também está com falta de educadores/as

Foto Sandra Ilibio Braz
Após acompanhar com a Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Juventude (Cece) da Câmara Municipal de Porto Alegre a visita à Escola Lucena Borges nesta terça-feira (11), a vereadora Sofia Cavedon (PT), convidada pelo Movimento de Mães e Pais, foi na EMEI Valneri Antunes, localizada no bairro Mário Quintana, que também enfrenta a falta de professores/as e monitores/as na instituição.

A escola, que acolhe 220 crianças na Educação Infantil em dois berçários e uma turma de jardim, está com falta de 12 educadores/as para poder integralizar as turmas (turno integral). “Em uma comunidade de extrema vulnerabilidade social é inconcebível que a atual gestão da Smed não tome nenhuma atitude, mesmo o próprio Secretário já tendo visitado a instituição”, afirma Sofia.

Foto Sandra Ilibio Braz
Conforme disseram as e os representantes de mães e pais, do Conselho Tutelar e lideranças comunitárias presentes, “a nossa luta é para que o prefeito tenha como prioridade à educação infantil em seu projeto de governo. Já encaminhamos documentos, fizemos reuniões com a SMED, mas até o momento nossas crianças continuam esperando a prefeitura normalizar o atendimento deles para que suas mães possam retornar ao emprego. Pois há dois meses estas mães padecem com a redução de horário nesta EMEI, levando a criança as 8h e buscando às 13h não tem como trabalhar com este horário. Vamos agora para o Ministério Público”, ressaltaram.

Veja também:
Atendimento em escola especial é prejudicado pela falta de professores