sábado, 8 de julho de 2017

Frente Parlamentar atuará na defesa dos Povos Tradicionais de Matriz Africana da capital

Arte Marta Resing
O ato de instalação da Frente Parlamentar em Defesa dos Povos Tradicionais de Matriz Africana será na segunda-feira - 10 de julho -  às 10h, no Plenário Ana Terra da Câmara Municipal de Porto alegre - Av. Loureiro da Silva, 255.

A Frente Parlamentar em Defesa dos Povos Tradicionais de Matriz Africana é uma iniciativa do Movimento que atua na área, com o apoio da vereadora Sofia Cavedon (PT), que assina a proposição, e foi construída de forma pluripartidária. Seu objetivo é buscar a integração entre o Poder Público e entidades da sociedade civil, com fim de aglutinar forças para o enfrentamento ao racismo, a promoção do conhecimento e do valor universal dos povos tradicionais de matriz africana, a reparação das perdas significativas e permanentes impostas a estes povos a partir do sequestro frente ao crime de lesa humanidade que foi a escravidão, entre outros objetivos.

A Frente Parlamentar atuará na defesa dos interesses humanos e de cidadania, visa mobilizar apoio político e popular, criando bases para a instituição de programas e políticas públicas relacionadas aos povos tradicionais de Matriz Africana em Porto Alegre.

Povos tradicionais de Matriz Africana são aqueles que mantiveram em continuo com uma África que detém princípios civilizatórios e um sistema político, econômico, cultural e de consagração ao sagrado, diferenciado de outros segmentos, e que deve ser respeitado conforme determina a Constituição brasileira.

Assinam a proposição da Frente Parlamentar os vereadores e vereadoras: Roberto Robaina (PSOL); Fernanda Melchionna (PSOL); Alex Fraga (PSOL); Clàudio Janta (SD); Airto Ferronato (PSB); Paulinho Motorista (PSB);  Mauro Pinheiro (Rede); André Carús (PMDB); Comandante Nádia (PMDB);Valter Nagelstein (PMDB); Tarciso Flecha Negra (PSD); Cassiá Carpes (PP);  Felipe Camozzato (NOVO); João Bosco Vaz (PDT); Luciano Marcantonio (PTB);  Laura Sito (suplente do PT); Ivá Vera Soares (suplente do PT);  Margarete Moraes (suplente do PT); Marcelo Sgarbossa (PT); Adeli Sell (PT) e Aldacir Oliboni (PT).