sexta-feira, 27 de abril de 2018

Jornada pela Educação - Escolas de Educação Infantil inacabadas e abandonadas em Porto Alegre

Por solicitação de Sofia Cavedon, está agendada uma audiência com o Procurador-Geral do Ministério Público de Contas (MPC), Geraldo da Camino, para esta Segunda-feira, 30/4, às 16h, na sede do MPC, para tratar do assunto.

Enquanto de dez, apenas duas crianças conseguem vaga na educação infantil de Porto Alegre, governos do município e estado abandonam quatro obras de escolas que poderiam estar atendendo a demanda da capital. 

A manifestação é de Sofia Cavedon, vereadora do PT, que em sua Jornada pela Educação está visitando escolas e uma das ações é de levantar dados sobre as necessidades da Educação Infantil.

Conforme a parlamentar, que esta semana esteve na Raul Cauduro, só na Zona Norte são três das quatro escolas com obras inacabadas e abandonadas desde 2016. "Existe a demanda e existe também a possibilidade de atendimento dessa demanda: basta ter vontade política dos governantes para dialogar e propor soluções, o que não é caso de Porto Alegre, com o prefeito Marchezan, e do Estado, com Sartori", lamenta a vereadora informando que os recursos utilizados vieram do governo federal durante as gestões do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da presidenta Dilma Rousseff.


Na Escola Raul Cauduro, uma das abandonadas que fica no condomínio Jardim Alegra, bairro Mário Quintana, Sofia encontrou a conselheira tutelar da Microrregião 10 – Nordeste e Eixo Baltazar -, Irma Miranda da Rosa, que confirmou a necessidade de escolas para atender crianças, especialmente de zero a  três anos, e as de maior idade hoje precisam se deslocar até dois quilômetros de onde moram para ir à escola.

Assista aqui o depoimento de Irma e Sofia: