quinta-feira, 21 de junho de 2018

Onde está o dinheiro da Verte?

Reprodução Vídeo
...Queremos transparência para saber para onde estão indo os recursos da Prefeitura. A mentira tem pernas curtas, prefeito, a cidade logo saberá que não se sustenta toda essa crise que o Sr. argumenta para acabar com a carreira do funcionalismo e prejudicar a cidade...

...onde está o dinheiro da Verte? Do Plano de Saúde dos/as Municipários/as que eles pagam, descontam mensalmente, e que está com problemas de continuidade, de consultas de tratamento continuado, pois a Prefeitura não repassa os recursos a mensalidade devida à empresa há quatro meses.. Onde está o dinheiro da Verte, da saúde dos/as/ municipários/as?

O questionamento é de Sofia Cavedon, vereadora do PT, que convidou representantes dos/as professores/as municipais e do Simpa para acompanhá-la nesta sexta-feira, dia 22/6, às 17h15min, na audiência com o Procurador-Geral do Ministério Público de Contas, Geraldo da Camino quando protocolará requerimento solicitando investigação sobre o destino dos recursos da Verte, plano de saúde que foi uma conquista da luta da categoria e, hoje, atende cerca de 6 mil servidores e seus dependentes.

Fundos 

Sofia também questionou a transparência, em sua manifestação na sessão plenária desta quarta-feira (20/6) , da aplicação dos recursos do Funcriança e do Funmercado.

 ...Um dos projetos que votaremos são os Fundos - estamos com problemas seríssimos no Funcriança, que já foi inclusive objeto de uma ação do Ministério Público de Contas determinando que a Prefeitura tenha prazo, conta específica, porque nem os recursos que as entidades captam da sociedade civil o governo consegue repassar para as entidades que estão com dificuldades para atender as pessoas mais vulneráveis da cidade. Só do Funcriança leva mais de 40 dias para o repasse, quando não mais tempo. É uma morosidade inaceitável e uma falta de transparência e de agilidade, só para processar tributos. 

No Funmercado a mesma coisa, afirmou a parlamentar: "Há recursos que não estão no Fundo e nem em uma conta específica. Tenho resposta da Prefeitura por escrito que o Funmercado é apenas contábil e se vocês forem no Mercado Público hoje irão ver o lixo, o cheiro ruim a falta de limpeza, manutenção e escuridão, insegurança e sujeira no entorno, porque o governo não investe os recursos do Fundo no Mercado?"

Sofia destacou ainda que há divergências nos números dos dados do funcionalismo do governo Marchezan em relação aos do Tribunal de Contas do Estado. "Qual a intenção de um governo que não mostra os números, que não é claro e que não estão disponíveis para o cidadão e cidadã?, pergunta a vereadora.

Assista aqui: