domingo, 30 de junho de 2019

Financiamento da Educação do RS e o desafio de criar o Fundeb permanente

Arte Mari Martinez
Audiência Pública vai debater o tema no dia 1º de julho em Porto Alegre

O desafio de criar de forma permanente o financiamento da Educação. Chegou a vez do Rio Grande do Sul debater o tema que estará na pauta da audiência pública do dia 01 de julho (Segunda-feira). O encontro, promovido pela Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, será às 14h, no Plenarinho, 3º andar da Assembleia Legislativa.

No atual momento que o país vive com cortes de investimentos na área, e a comunidade escolar reagindo com ex-ministros lançando a Carta em defesa das políticas públicas e pela garantia de recursos ratificada pelos presidentes de 23 Comissões Estaduais de Educação com a Carta de Florianópolis, o debate torna-se fundamental para o Estado, que já está sofrendo as consequências disso.

Assim manifesta-se a deputada Sofia Cavedon (PT), presidenta da Comissão e proponente da audiência, salientando a importância de tornar o Fundeb uma política permanente de financiamento da educação básica. "Atualmente tramita na Câmara Federal três PECs tratando do assunto", informa a parlamentar.

A audiência contará com a convidada especial, Nalú Farenzena, professora de História da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Nalú falará sobre a importância da aprovação das PECs. “O Fundeb irá acabar em 2020 se não ocorrerem mudanças. Além disso, ele não está sozinho, faz parte de uma estrutura de investimento de extrema importância para o país”, analisa a professora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao postar seu comentário, por favor, deixe seu contato para que possamos retornar. Obrigada.