quarta-feira, 19 de junho de 2019

Sofia participa do lançamento do Comitê de Combate à Megamineração no RS

Com o auditório do Cpers Sindicato lotado foi lançado na noite desta terça-feira (18) o Comitê de Combate à Megamineração no RS. Presente no ato, a deputada estadual Sofia Cavedon (PT) está preocupada com os possíveis perigos da extração de carvão a céu aberto em uma área tão próxima de Eldorado e de Porto Alegre.

O Comitê é uma iniciativa de entidades ambientalistas, sindicatos, associações de moradores, movimentos populares, núcleos de pesquisas de universidades, cidadãos e cidadãs preocupados com os impactos sociais e ambientais de um bloco de grandes projetos de mineração que pretendem se instalar no Estado nos próximos anos.

Foto Carol Ferraz/Sul21
Sobre esses impactos do projeto da Mina Guaíba, Sofia cita o professor do Departamento de Paleontologia e Estratigrafia da UFRGS, Rualdo Menegat, que resumidamente explica que o carvão possui cerca de 59 elementos em sua composição representando mais da metade da tabela periódica, alem do carbono, principal elemento presente no mineral, há outros como enxofre e arsênio, que tem potencial poluidor. “O carvão é uma espécie de lixão químico”, afirma ele.

A deputada também lembra que a área conta com dois  aquíferos, o Quaternário e o Rio Bonito, que terão que sofrer um processo de bombeamento e rebaixamento para a extração do carvão,  conforme explica também o professor Menegat.

O Projeto - A Mina Guaíba, da Copelmi Mineração Ltda, ocupará uma área de 4,5 mil hectares e a empresa busca a licença de instalação (que permite o início das obras) para o empreendimento avaliado em até R$ 600 milhões.

Veja também: "Sim à vida, não à destruição!" Apoiamos o Combate à Megamineração no RS

Leia no Sul21: Comitê de Combate à Megamineração no RS é lançado com o apoio de mais de 50 entidades

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao postar seu comentário, por favor, deixe seu contato para que possamos retornar. Obrigada.